Apocalipse

Sobre o livro

Apocalipse quer dizer "revelação", e por isso este livro se chama também A Revelação de Deus a João (1.1).

Foi escrito durante um tempo em que as autoridades romanas estavam perseguindo os cristãos porque eles não prestavam culto ao imperador romano, que chamava a si mesmo de "Senhor" e "Deus".

O livro foi escrito por João, que estava preso na ilha de Patmos por ter anunciado a Boa-Notícia do Evangelho (1.9). Ele escreve o seu livro para as sete igrejas da província romana da Ásia (1.4, 11), que ficava numa região que hoje faz parte da Turquia. Ele anima os seus leitores a continuarem fiéis a Jesus Cristo em tempos de perseguições e sofrimentos.

Depois das cartas às sete igrejas (caps. 2-3), João descreve uma série de revelações que teve. Elas mostram que as forças do mal não vencerão, a vitória pertence a Deus e a Jesus Cristo e que os que continuarem fiéis na sua fé receberão o prêmio da vida eterna no novo céu que Deus vai preparar.

João usa figuras estranhas, símbolos e números que os seus leitores entendiam, mas que não seriam entendidos pelas autoridades romanas. Os leitores de hoje têm dificuldade de compreender completamente as visões de João, mas a lição principal do livro é simples e clara: "Agora o poder de governar o mundo pertence a Deus, o nosso Senhor, e ao Messias que ele escolheu. E o Messias reinará para sempre!" (11.15)

Você está lendo Apocalipse na edição ACF, Almeida Corrigida e Revisada Fiel, em Português.
Este lívro compôe o Novo Testamento, tem 22 capítulos, e 405 versículos.