Colossenses

Sobre o livro

A cidade de Colossos ficava na província romana da Ásia, região que hoje parte da Turquia. A igreja dali não tinha sido fundada por Paulo, e, pelo que parece, ele ainda não havia estado lá quando escreveu a Carta aos Colossenses. É provável que Epafras, companheiro de Paulo, tenha sido o primeiro a anunciar a Boa-Notícia do Evangelho em Colossos (1.7; 4.12).

Paulo, na prisão (4.3,10,18), tinha recebido notícias das falsas doutrinas estavam sendo ensinadas aos cristãos de Colossos (2.8,16-23) e por isso escreve esta carta para combater esses falsos ensinamentos e trazer os colossenses de volta à verdadeira fé que Epafras havia anunciado.

Somente Jesus Cristo pode salvar, somente por meio dele é que os pecados são perdoados. Portanto, que os colossenses continuem fiéis, tendo a sua fé construída sobre um alicerce firme e seguro, e que não sigam atrás de ensinamentos inventados por qualquer um. Paulo fala da nova vida que os seguidores de Cristo têm por estarem unidos com ele e como essa vida se manifesta especialmente no amor de uns para com os outros (3.12-14).

Nas saudações finais (4.7-17) Paulo pede que esta carta seja enviada à de Laodicéia, uma cidade vizinha, e que os cristãos de Laodicéia enviem aos colossenses a carta que Paulo tinha escrito ou pretendia escrever a eles. A carta aos colossenses foi levada a eles por Tíquico, e com ele foi Onésimo (4.7-9), em favor de quem Paulo escreveu a Carta a Filemom.

Significados: Paulo, Jesus, Cristo.

Você está lendo Colossenses na edição ACF, Almeida Corrigida e Revisada Fiel, em Português.
Este lívro compôe o Novo Testamento, tem 4 capítulos, e 95 versículos.